Temporal nas cidades de Oliveira (MG) e São Francisco de Paula (RS) - 01/05/2016





Neste vídeo é possível ver o momento em que as nuvens se agrupam e formam a super célula, sendo que na primeira imagem, em Minas Gerais, houve apenas a incidência de ventos fortes, ao contrário da segunda imagem, tomada á partir de São Francisco de Paula, Rio Grande do Sul, onde ocorreu a passagem de um tornado. Estes registros são importantes para que se consiga levantar o poder de destruição e até mesmo haja a possibilidade de prever a chegada de um tornado para que as pessoas possam se prevenir.
Como pode ser visto, a área de extensão da camada de nuvem durante a ocorrência de uma tempestade deste nível é grande e na primeira imagem ela cobre toda a cidade e arredores. A super célula após formada, não demora muito a mostrar seus efeitos como descargas elétricas potentes, chuvas de pedras de granizo e tornados com ventos fortíssimos que irão variar de velocidade de acordo com a classificação do tornado.

De acordo com o Nathional Oceanic  and Atmospheric Administration - Administração Nacional de Controle Oceânico e Atmosférico dos Estados Unidos, a duração de uma super célula pode ser de horas e a sua formação depende de uma série de fatores atmosféricos que contribuam para sua formação, como as correntes de ar, sua altitude e temperatura. Ainda segundo os especialistas, a precisão de informações a respeito de uma super célula é ainda imperfeita devido ás variações e inconstâncias destes fenômenos. Mesmo que durante uma ocorrência elas recebam uma classificação, poderão mudar e evoluir de forma rápida para uma classificação superior  a que receberam, sendo portanto de difícil precisão.

Independente do espetáculo que estas gigantescas massas de ar possam oferecer no céu, os populares ao perceberem uma formação de nuvens semelhante, seguida de mudança de temperatura e aumento de velocidade de ventos, deve de imediato procurar abrigo. Infelizmente não é possível precisar  muitas informações durante o surgimento de uma super célula; ela pode simplesmente passar sobre uma cidade e dissipar-se depois ou simplesmente tocar o solo em forma de um tornado cuja categoria não pode ser avaliado antes da análise de destruição deixada. Não é recomendável tentar filmar um tornado de perto, lembrando que os ventos são imprevisíveis e podem mudar velozmente de direção a qualquer momento e apanhar algum curioso desprevenido.

O perigo existe e vários profissionais capacitados no registros de imagens e informações sobre tornados já morreram no exercício da função porque foram surpreendido por tornados. É um fenômeno que precisa ser respeitado e o melhor a fazer é deixar a curiosidade de lado e abrigar-se longe das ruas e locais onde hajam objetos soltos, das redes de energia, postes, torres e árvores. Nos Estados Unidos é comum nas regiões vitimadas por tornados, a construção de abrigos subterrâneos onde é possível fazer a estocagem de água e alimentos necessários para sobrevivência até que a tempestade possa cessar.  

Google+ Followers